outubro

27

Manta quadriculada com patchwork

Comentar

0

manta01

Que tal começar a unir uns quadradinhos de tecido e criar uma uma manta linda e que vai te aquecer quando o próximo inverno chegar

Materiais:

  • 1,5 m de tecido de algodão para viés
  • 2,5 m de tecido branco para a moldura
  • 2,5 m de tecido xadrez para a borda
  • 2,5 m de manta acrílica
  • 2,5 m tecido para o forro
  • 3 m de tecidos em tons variados de azul
  • Base para corte
  • Régua
  • Tesoura
  • Cortador circular
  • Alfinetes
  • Linha de costura branca
  • Desmanchador

E agora, o passo a passo:

1. Com o auxílio da base de corte, da régua e do cortador circular, recorte 180 quadrados de 11,5 x 11,5 cm nos tecidos azuis.

manta02

2. Monte 10 fileiras, com 18 quadrados cada, intercalando os tons claros e escuros. Passe uma costura reta à máquina para uni-los e formar o centro da colcha.

manta03

3. Com o auxílio da base de corte, da régua e do cortador circular, recorte 4 faixas de 7,5 x 250 cm no tecido branco.

manta04

 

4. Posicione a faixa branca ao redor dos quadrados. Passe uma costura reta à máquina para unir. Faça a costura primeiro na vertical e, em seguida, na horizontal.

manta05
5. Com o auxílio da base de corte, da régua e do cortador circular, recorte 4 faixas de 21,5 x 250 cm no tecido xadrez. Posicione a faixa xadrez ao redor da faixa branca. Passe uma costura reta à máquina para unir.

manta06
6. Estique o forro, a manta e a frente da colcha. Alinhave as três camadas. Quilte alguns dos quadrados escuros. Para finalizar, utilize a máquina de costura para fixar o viés em toda a lateral.

manta07

outubro

20

Receita de amarelinha

Comentar

0

amarelinha

Apesar do dia das crianças já ter passado, ainda estamos no mês delas. Então, nada melhor do que essa receita de amarelinha para a garotada se divertir em casa.

Vamos lá?

Materiais utilizados:

  • Linha Anchor Torçal Pérola (meada de 22 m), na cor 00110, 2 meadas
  • Agulha Tapestry Corrente Milward nº 12, para bordar
  • Linha Silko, da Coats Corrente
  • Tecidos para Patchwork Westminster Fibers geométrico 003 – Coats Corrente nas cores 00476, 34702, 34401, 34901, 34904, 00477, 96004, 34503 e 34902
  • Tecidos para Patchwork Westminster Fibers floral 001 – Coats Corrente nas cores 06216, 06219 e 06222
  • Entretela termocolante
  • EVA na cor lilás
  • Agulhas Darning Corrente e agulha para máquina
  • Máquina de costura
  • Lápis
  • Tesoura
  • Ferro de passar
  • Papel para molde

Modo de fazer:

Corte no tecido 00476, 10 quadrados com 30 x 40 cm cada. Transfira os riscos para a entretela termocolante. Com o auxílio da tesoura, recorte os motivos, deixando uma margem de 0,5 cm. Coloque a entretela recortada anteriormente sobre o tecido, posicione-a e fixe-a com o auxílio do ferro de passar. Recorte o motivo. Retire a película de proteção da entretela e monte o motivo sobre as peças, acompanhando o esquema. Caseie os motivos com a linha com pontos de casear feitos à máquina.

Montagem:

Corte no tecido 34701, 40 tiras com 5 x 40 cm cada. Costure primeiramente as tiras compondo pé e cabeça nas peças, em seguida, costure as laterais. Corte 10 partes do EVA com 50 x 40 cm cada. Una o patch com o EVA e costure. Em seguida, faça pontos de alinhavo em toda a volta para decorar, como mostra o esquema. Corte no tecido 34701, 18 tiras com 6 x 7 cm. Dobre ao meio as tiras e costure as laterais. Monte a amarelinha seguindo o esquema de montagem.

Fonte: Portal de Artesanato

 

 

outubro

15

Passo a passo de porta-copos

Comentar

1

s15

Que tal aprender a costurar porta-copos bem lindos neste passo a passo?

Esse é um daqueles projetos bem simples, que pode inclusive, ser um dos primeiros projetos da máquina nova. E os motivos de tal facilidade são muitos:

– Você pode sempre partir do modelo de porta-copos básico e incrementá-lo conforme a sua habilidade.
– É super econômico e dá para usar qualquer sobrinha de tecido, fica lindo com retalhos.
– É utilitário, afinal todo mundo precisa de um porta-copos fofo. Pode ser um presente bacana para um chá de cozinha, para aquela amiga que acabou de mudar ou um mimo para o seu lar doce lar. E você mesma faz, em pouco tempo e com o seu toque criativo, quer coisa melhor?

Então mãos à obra!

s2

Para começar, a escolha os tecidos. Esta é uma etapa mais difícil, porque ornar estampas não é fácil, vamos combinar. Parece fácil mas não é. E o descombinado pode ser legal também. Eu estava louca para usar este linho estampado com motivos de cozinha. Ganhei um pedaço pequeno que ficou guardado por anos então chegou a hora de usá-lo. Combinei com linho de poá branco com fundo cinza escuro também de linho. Aprovado?
Eu sugiro usar tecido 100% algodão para este projeto. Pode ser um tricoline, uma chita ou até um linho, como no meu caso. Como você vai usar seus porta-copos para apoiar coisas quentes um tecido de fibra natural é sempre melhor pois não corre o risco de derreter por acidente.
Para cada porta-copos você vai precisar de três quadrados, sendo:
– 12X12 cm de tecido para a frente;
– 12X12 cm de tecido para o miolo (Vai evitar que o porta-copos fique molenga. Pode ser uma manta acrílica, de algodão ou até mesmo feltro);
– 12X12 cm de tecido para o verso.
O ideal é costurar de uma vez um jogo de 4 ou 6 porta copos. Corte tudo de uma vez antes de partir para a costura.

s3

Posicione os três quadrados, fazendo uma pilha como se fosse uma ‘sanduíche’, nesta ordem: miolo, frente e verso. A frente e o verso devem ficar com os lados direito com direito, conforme a foto acima.

s4

Alinhe bem as quatro margens dos três quadrados e alfinete para manter tudo no lugar e preparar o seu ‘sanduíche’ para a costura. Mas atenção, deixe umas abertura de aproximadamente 5 cm sem costurar! Será por esta abertura que a peça será virada para o lado direito.

s5

Usando um ponto tamanho 3, costure toda a borda do seu ‘sanduíche’, deixando uma margem de aproximadamente 0,5 cm.
Atenção, dica para fazer os cantos perfeitos! Quando estiver chegando no canto, desacelere e, se for preciso, gire a agulha manualmente para fazer o último ponto. Mantendo a agulha enfiada no tecido, levante o pé calcador e gire a peça em 90 graus. Baixe o pé calcador e continue a costurar toda a margem da peça até chegar no segundo alfinete verde. Fazendo isso os seus quatro cantinhos ficarão com 90 graus perfeitos.
Ah e não esqueça de fazer o retrocesso no início e no final da costura.

s6

O porta-copos costurado e, ainda do lado avesso, deve ficar assim.

s7

Com uma tesoura, apare as quatro pontas do quadrado, evitando cortar muito rente às costuras. Isso reduz o volume nos cantos da peça, quando a mesma for virada.

s8

Vire a peça para o lado direito passando-a por dentro do buraco que ficou aberto. Com ajuda de um objeto pontiagudo (usei uma agulha de tricô mas poderia ser um lápis) acerte os cantinhos para que fiquem com 90 graus, ou o mais próximo possível disso.

s9

Passe a ferro, marcando bem as costuras dos quatro lados e aproveite para acertar as margens do tecido do buraco de ficou aberto em uma das laterais. Com linha e agulha, feche o orifício dando alguns pontinhos invisíveis a mão, com linha de cor similar ao tecido.

s10

Chegou a hora do pesponto! Por que pespontar? Para deixar o seu porta-copos durinho e unir as camadas de tecido no interior da peça. Volte para a máquina e passe um pesponto de costura reta por toda a margem, a 0,5 cm da borda. Eu usei um walking foot de quilt para fazer isso mas poderia ser um pé multiuso normal. O pesponto pode ser uma chance para usar algum ponto decorativo, se sua máquina tiver.
Tenho uma dica para o arremate do pesponto. Ao invés de fazer o retrocesso tradicional no incio e no final do pesponto, diminua o tamanho do ponto para 0,5 e dê uns 4 pontinhos. Este pontinhos bem miúdos vão substituir os retrocessos e deixarão a peça com uma acabamento mais legal.

s11

É só isso, acredita? O porta copos fica assim do lado direito.

s12

E assim do avesso. Fácil, né?

s13

Agora que você já sabe fazer um porta-copos básico, o céu é o limite!
Brinque com estampas e aproveite os retalhinhos para criar combinações diferentes ou fazer desenhos com pespontos que imitam um quilt.
Eu em uma levada só acabei fazendo quatro porta-copos, um diferente do outro mas todos com os mesmos tecidos, aproveitei cada pedacinho!

s14

Variações do mesmo tema. Aumentando o tamanho e colocando uma alcinha de tecido em um dos lados você transforma o seu porta-copos em pegador ou apoio de panelas. Muitas possibilidades.

s15

Fonte: Minha Singer

outubro

14

Mimos para o Natal!

Comentar

0

O Natal está chegando, e nós da Dina Armarinhos queremos ajudar a deixar os seus enfeites ainda mais lindos! Veja abaixo algumas dicas muito fofas pra decoração dessa data super especial.

Na nossa loja virtual você encontra tecidos e feltros temáticos para o seu artesanato.

axsoris

Crea Mari

crhistmas creative

fokal

kootation

paper and string

 

 

Fonte: Decorando o Natal

outubro

13

Vasos decorados com tecidos

Comentar

0

Confira dicas para decorar e mudar a cara de seus vasos utilizando tecidos!

Pegue aquele retalho e confira as ideias que separamos para você. Seu jardim vai ficar uma graça!

Encontre tecidos maravilhosos na nossa loja virtual http://migre.me/mgl4f

Saiba como decorar assistindo o passo a passo clicando aqui

poppelina pot1 vasos-decorados-com-tecidos-2-622x460

Fonte: Artesanato na Rede

outubro

7

Bola de natal de patchwork

Comentar

0

bolas_natal

O tempo passa, o tempo voa… e estamos chegando perto de mais um natal. Por isso, agora serão mais constantes as nossas dicas de decoração natalina, pra você fazer bonito na época mais festiva do ano.

E a primeira dica é: bola de natal de patchwork.

Então vamos lá!

Material:

– Bolas de isopor
– Tecidos de algodão
– Estilete
– Espátula sem corte
– Tesoura
– Alfinetes nº 29
– Miçangas
– Lantejoulas
– Fita de cetim
– Cola branca

Modo de Fazer:

– Corte a bolinha de isopor em quatro partes com o estilete. Esse corte não é para partir, mas sim abrir uma fresta no isopor.
– Posicione o tecido sobre cada parte e encaixe-o com a espátula, nos vincos feitos com o estilete. Faça isso de maneira bem delicada.
– Recorte o excesso de tecido, para que não fique um volume muito grande ao redor.
– Termine de encaixá-lo até que fique completamente bem acabado.
– Faça isso nas quatro partes.
– Recorte uns 15 a 20 cm de fita de cetim e encaixe-a na parte superior da bola. Coloque uma gotinha de cola branca. Deixe secar.
– Com os alfinetes, pegue uma miçanga, uma lantejoula e espete no vão das parte da bola, até completar toda a fileira. Faça isso nos quatro “cortes”.
– Abuse das estampas e dos brilhos.

Fonte: Artesanato de Natal