outubro

15

Passo a passo de porta-copos

Comentar

1

s15

Que tal aprender a costurar porta-copos bem lindos neste passo a passo?

Esse é um daqueles projetos bem simples, que pode inclusive, ser um dos primeiros projetos da máquina nova. E os motivos de tal facilidade são muitos:

– Você pode sempre partir do modelo de porta-copos básico e incrementá-lo conforme a sua habilidade.
– É super econômico e dá para usar qualquer sobrinha de tecido, fica lindo com retalhos.
– É utilitário, afinal todo mundo precisa de um porta-copos fofo. Pode ser um presente bacana para um chá de cozinha, para aquela amiga que acabou de mudar ou um mimo para o seu lar doce lar. E você mesma faz, em pouco tempo e com o seu toque criativo, quer coisa melhor?

Então mãos à obra!

s2

Para começar, a escolha os tecidos. Esta é uma etapa mais difícil, porque ornar estampas não é fácil, vamos combinar. Parece fácil mas não é. E o descombinado pode ser legal também. Eu estava louca para usar este linho estampado com motivos de cozinha. Ganhei um pedaço pequeno que ficou guardado por anos então chegou a hora de usá-lo. Combinei com linho de poá branco com fundo cinza escuro também de linho. Aprovado?
Eu sugiro usar tecido 100% algodão para este projeto. Pode ser um tricoline, uma chita ou até um linho, como no meu caso. Como você vai usar seus porta-copos para apoiar coisas quentes um tecido de fibra natural é sempre melhor pois não corre o risco de derreter por acidente.
Para cada porta-copos você vai precisar de três quadrados, sendo:
– 12X12 cm de tecido para a frente;
– 12X12 cm de tecido para o miolo (Vai evitar que o porta-copos fique molenga. Pode ser uma manta acrílica, de algodão ou até mesmo feltro);
– 12X12 cm de tecido para o verso.
O ideal é costurar de uma vez um jogo de 4 ou 6 porta copos. Corte tudo de uma vez antes de partir para a costura.

s3

Posicione os três quadrados, fazendo uma pilha como se fosse uma ‘sanduíche’, nesta ordem: miolo, frente e verso. A frente e o verso devem ficar com os lados direito com direito, conforme a foto acima.

s4

Alinhe bem as quatro margens dos três quadrados e alfinete para manter tudo no lugar e preparar o seu ‘sanduíche’ para a costura. Mas atenção, deixe umas abertura de aproximadamente 5 cm sem costurar! Será por esta abertura que a peça será virada para o lado direito.

s5

Usando um ponto tamanho 3, costure toda a borda do seu ‘sanduíche’, deixando uma margem de aproximadamente 0,5 cm.
Atenção, dica para fazer os cantos perfeitos! Quando estiver chegando no canto, desacelere e, se for preciso, gire a agulha manualmente para fazer o último ponto. Mantendo a agulha enfiada no tecido, levante o pé calcador e gire a peça em 90 graus. Baixe o pé calcador e continue a costurar toda a margem da peça até chegar no segundo alfinete verde. Fazendo isso os seus quatro cantinhos ficarão com 90 graus perfeitos.
Ah e não esqueça de fazer o retrocesso no início e no final da costura.

s6

O porta-copos costurado e, ainda do lado avesso, deve ficar assim.

s7

Com uma tesoura, apare as quatro pontas do quadrado, evitando cortar muito rente às costuras. Isso reduz o volume nos cantos da peça, quando a mesma for virada.

s8

Vire a peça para o lado direito passando-a por dentro do buraco que ficou aberto. Com ajuda de um objeto pontiagudo (usei uma agulha de tricô mas poderia ser um lápis) acerte os cantinhos para que fiquem com 90 graus, ou o mais próximo possível disso.

s9

Passe a ferro, marcando bem as costuras dos quatro lados e aproveite para acertar as margens do tecido do buraco de ficou aberto em uma das laterais. Com linha e agulha, feche o orifício dando alguns pontinhos invisíveis a mão, com linha de cor similar ao tecido.

s10

Chegou a hora do pesponto! Por que pespontar? Para deixar o seu porta-copos durinho e unir as camadas de tecido no interior da peça. Volte para a máquina e passe um pesponto de costura reta por toda a margem, a 0,5 cm da borda. Eu usei um walking foot de quilt para fazer isso mas poderia ser um pé multiuso normal. O pesponto pode ser uma chance para usar algum ponto decorativo, se sua máquina tiver.
Tenho uma dica para o arremate do pesponto. Ao invés de fazer o retrocesso tradicional no incio e no final do pesponto, diminua o tamanho do ponto para 0,5 e dê uns 4 pontinhos. Este pontinhos bem miúdos vão substituir os retrocessos e deixarão a peça com uma acabamento mais legal.

s11

É só isso, acredita? O porta copos fica assim do lado direito.

s12

E assim do avesso. Fácil, né?

s13

Agora que você já sabe fazer um porta-copos básico, o céu é o limite!
Brinque com estampas e aproveite os retalhinhos para criar combinações diferentes ou fazer desenhos com pespontos que imitam um quilt.
Eu em uma levada só acabei fazendo quatro porta-copos, um diferente do outro mas todos com os mesmos tecidos, aproveitei cada pedacinho!

s14

Variações do mesmo tema. Aumentando o tamanho e colocando uma alcinha de tecido em um dos lados você transforma o seu porta-copos em pegador ou apoio de panelas. Muitas possibilidades.

s15

Fonte: Minha Singer

  1. juliana santana disse:

    que ideia bacana fica muito fofo adorei obrigada por partilhar paps maravilhosos parabéns

Deixe seu comentário